CELULARES DE DEZ PROCURADORES DA REPÚBLICA SÃO HACKEADOS

Em alguns ataques, há roubos de identidade e “sequestro de contas” de aplicativos de mensagens

Celulares de pelo menos dez procuradores do Ministério Público Federal foram hackeados nas últimas duas semanas.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) está investigando os casos. Além de Rodrigo Janot, cujo aparelho foi hackeado na véspera de se aposentar do MPF, também foram vítimas o procurador regional Danilo Dias e o subprocurador Nicolao Dino.

Tanto Dias quanto Dino foram da equipe mais próxima de Janot. Dino foi seu vice-procurador-geral.

Também foi vítima o procurador Márcio Barra Lima, da força-tarefa da Operação Greenfield.

Em alguns ataques, há roubos de identidade e “sequestro de contas” de aplicativos de mensagens, como Telegram e WhatsApp. Nesses casos, mensagens falsas podem levar os usuários a clicar ou fornecer informações que permitem a fraude.

Mais: https://epoca.globo.com/guilherme-amado/celulares-de-dez-procuradores-da-republica-sao-hackeados-23675789

 

Mais do que uma solução tecnológica, somos uma decisão estratégica para as organizações.

Nossa missão é redefinir a relação das empresas com a cibersegurança e a experiência dos usuários no processo de autenticação e acesso a ativos tecnológicos.