Dispositivos IoT sofreram mais de 150 milhões de tentativas de ataque em 15 meses, revela pesquisa

Pesquisa da Cyxtera Technologies, provedora de segurança digital, revela que os dispositivos de Internet das Coisas (IoT) estão em constante ataque, tendo recebido mais de 150 milhões de tentativas de conexão em 15 meses. O estudo foi elaborado por meio de parceria entre o pesquisador de ameaças da Cyxtera Martin Ochoa e a Universidade de Tecnologia e Design de Singapura.

Foram apuradas mais de 150 milhões de tentativas de conexão para 4.642 endereços IP distintos, de acordo com o estudo. Dessas, 64% das conexões parecem ter origem na China, enquanto 14% vem dos Estados Unidos. Em seguida aparecem Reino Unido (9%), Israel (8%) e Eslováquia (6%). É difícil confirmar definitivamente a origem do tráfego da Internet, pois é possível redirecioná-lo para outros locais, técnica frequentemente empregada para ocultar ações do tipo.

Poucos dias após o lançamento de novas campanhas de malware – como Mirai, Satori e Hakai – elas já estavam atacando dispositivos IoT do Honeypots. Em muitos casos, o aumento na atividade foi identificado nos dias e semanas anteriores de o malware ser publicamente conhecido.

Mais da metade (54%) das conexões recebidas pelo honeypot foram via Telnet, enquanto as portas HTTP receberam quase todas as conexões restantes. As câmeras IP receberam a maioria das conexões no honeypot, sugerindo um maior interesse do invasor nesses dispositivos IoT em comparação com outros, como impressoras e switches inteligentes. Vários ataques recentes em grande escala em dispositivos IoT têm como alvo câmeras IP.

Mais: http://tiinside.com.br/tiinside/seguranca/mercado-seguranca/03/06/2019

Mais do que uma solução tecnológica, somos uma decisão estratégica para as organizações.

Nossa missão é redefinir a relação das empresas com a cibersegurança e a experiência dos usuários no processo de autenticação e acesso a ativos tecnológicos.